Cemitério de São Paulo (Necrópole Paulista)

Informações importantes:

Endereço: Rua Cardeal Arco Verde, nº 1250
Telefone da floricultura: (11) 2528-6495 para ver modelos de Coroas de Flores disponíveis clique aqui
Telefone do velório: (11) 3814-0219
Serviço funerário: 0800-777-7676

O Cemitério de São Paulo, conhecido também como Necrópole de São Paulo, foi criado em 1926 para suportar a grande demanda devido à superlotação dos Cemitérios da Consolação e do Araçá. Construído pelo mestre de obras Caetano Antônio Bastianetto com o auxílio de operários espanhóis, italianos e portugueses, está localizado na Rua Cardeal Arcoverde, entre os bairros de Pinheiros e Vila Madalena.

Com 104 mil m² de área, já teve mais de 140 mil sepultamentos desde que foi fundado. É administrado pela Prefeitura de São Paulo, possui 3 salas de velório e atende cerimônias funerárias 24h por dia.

Sua criação deveu-se à proibição do sepultamento das pessoas em criptas das igrejas, criticadas por questões sanitárias, após a criação do Cemitério da Consolação em 1858. Era costume enterrar os mais ilustres próximos ao altar, incentivando a segregação social. Na época, o Cemitério de São Paulo foi chamado de Cemitério Municipal, com o intuito de receber sepultamentos de pessoas de várias classes sociais. Então as famílias mais ricas começaram a enfeitar as lápides com esculturas proporcionais ao seu pretígio e importância.

Devido ao enriquecimento de famílias pelo cultivo do café e a crescente industrialização, as encomendas de obras de arte para ornar os túmulos do Cemitério de São Paulo constituíram-se em um dos maiores mercados consumidores de esculturas do país. Estima-se que o Cemitério de São Paulo possua hoje mais de 180 obras de arte consideradas de alto valor artístico.

O cemitério exige jazigos luxuosos e monumentos funerários enfeitados por esculturas de grandes artistas como Victor Brecheret, Galileo Emendabili, Bruno Giorgi, Nicola Rollo e Luigi Brizzolara. Suas obras e personagens importantes para a história brasileira atraem turistas e visitantes, organizados também em visitas guiadas por historiadores e especialistas em arte tumular. Belíssimas esculturas chamam a atenção, como as dos mausoléus das famílias Jorge Chamas, Vicente Vella e La Motta, K. Okayama, Carrano e a família do Doutor José Gorga, além do túmulo da Maria Conceição Carvalho Martins.

Há no cemitério o Mausoléu do Ator, homenagem a 26 personalidades como comediantes, circenses e radialistas que viveram em São Paulo na década de 20. Outra atração curiosa é o Mausoléu dos Esportistas Veteranos, com o corpo do jogador de futebol Arthur Friedenreich, que alguns afirmam ser um dos maiores artilheiros de todos os tempos, até maior do que o grande Pelé.

Dentre celebridades sepultadas no cemitério estão o empresário José Ermínio de Moraes, o escritor Menotti Del Picchia, o artista Victor Brecheret, o General Miguel Costa (comandante da Coluna Prestes), o cartunista Belmonte, a filantropista Lucy de Queiroz, o empresário Nicolau Scarpa, além de combatentes mortos na Revolução Constitucionalista de 1932.

O Cemitério Municipal de São Paulo passa por obras de revitalização, com pinturas dos muros e novas calçadas externas. A administração do cemitério espera obter em breve iluminação e vigias noturnos, para prevenir o vandalismo e invasões por moradores de rua.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cemit%C3%A9rio_S%C3%A3o_Paulo
http://www.cemiteriosp.com.br/cemiterios/sao-paulo/cemiterio-sao-paulo/
http://www.encontrapinheiros.com.br/pinheiros/cemiterio-sao-paulo-em-pinheiros.shtml
http://artetumular.blogspot.com.br/
http://www.saopauloantiga.com.br/passeio-cemiterio-sao-paulo/
http://www.girafamania.com.br/primitiva/cemiterios.htm
http://www.spmetropole.com/2011/08/10/as-historias-dos-cemiterios-de-sao-paulo/
http://www1.folha.uol.com.br/revista/saopaulo/sp1703201310.htm

Confira abaixo o mapa para saber como chegar ao Cemitério São Paulo:

Fotos